A empresa de medicina regenerativa, 3DBio Therapeutics, anunciou a realização de um implante de uma orelha impressa em 3D feita a partir de células humanas. A cirurgia faz parte do primeiro ensaio clínico de uma aplicação médica bem-sucedida desse tipo de tecnologia.  

A paciente é uma mulher de 20 anos que nasceu com a orelha direita deformada e a cirurgia foi realizada em março deste ano. O ensaio clínico ainda conta com outros 11 pacientes.  

publicidade

Leia também!

Os responsáveis pela cirurgia afirmam que ainda é possível que o implante cause algum tipo de efeito colateral, mas é pouco provável que o corpo rejeite o implante pois ele foi feito com células dos tecidos vivos do próprio paciente.  

Executivos da 3DBio Therapeutics afirmam que este é só o começo do processo de implantes 3D. Segundo eles, é possível pensar em outras partes do corpo humano, como discos espinhais, narizes, meniscos do joelho e, futuramente, até mesmo órgãos vitais, como fígados, rins e pâncreas.  

“O implante de orelha 3D é, então, uma prova de conceito para avaliar a biocompatibilidade e a correspondência e retenção de forma em pessoas vivas”, disse o diretor do laboratório de bioengenharia da coluna na Escola de Medicina Icahn de Mount Sinai, James Iathidis.  

Implante de orelha impressa em 3D
Imagem: Reprodução/Dr. Arturo Bonilla, Microtia-Congenital Ear Institute

A empresa responsável pelo implante 3D não revelou processos técnicos, porém, afirmou que o ensaio clínico está sendo realizado com exigências dos órgãos reguladores. Sabe-se que a empresa coletou células vivas do paciente e as misturou com a biotinta à base de colágeno utilizada para impressão.  

Ao colocar o implante no rosto da paciente e apertar a pele ao redor, surgiu então o formato de orelha. A paciente, chamada apenas de Alexa para preservar sua privacidade, disse estar animada com o processo e que sente que sua autoestima vai subir. 

Via:The New York Times

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do cbet.gg? Inscreva-se no canal!