Uma confeitaria que consegue produzir doces e chocolates de diferentes formatos, desde personagens de videogames a super-heróis. É isso o que promete o Sugar Lab, localizado nos EUA, que usa impressora 3D para criar comida com formatos diversos.

O Sugar Lab se considera a primeira “confeitaria digital” e é formado por confeiteiros, designers e também pessoas do segmento de tecnologia.

Os clientes podem encomendar doces e chocolates em qualquer formato. Pode ser um personagem de videogame, se você quiser fazer uma festa temática do Super Mario. Pode também ser um super-herói, para acompanhar aquela sessão de filmes da Marvel com seus amigos.

Leia mais:

publicidade

A partir da encomenda, os designers do Sugar Lab criam modelos e enviam para impressoras 3D. Os chefs cuidam dos toques finais para criar um prato agradável aos olhos e ao estômago do cliente.

Morangos recheados com chocolate do Sugar Lab. Imagem: Divulgação/Sugar Lab
Morangos recheados com chocolate do Sugar Lab. Imagem: Divulgação/Sugar Lab

“Tudo o que é necessário é trabalhar com um chef e ter um objetivo, estudar quais ingredientes você quer, comprá-los, trazê-los para a cozinha, misturá-los, experimentá-los antes de irem para a impressora 3D e entender com o que você está trabalhando. E, depois que o objeto é impresso, tem mais algumas milhões de coisas que um chef pode fazer com aquele objeto”, explicou Kyle von Hasseln, um dos co-fundadores do Sugar Lab.

Impressoras 3D em confeitarias: uma boa opção?

Hasseln já trabalhou com confeitaria antes do projeto atual, tendo inclusive introduzido uma impressora 3D ao Instituto de Arquitetura do Sul da Califórnia, nos EUA, para experimentar o uso da tecnologia na produção de doces. O executivo vê nas impressoras 3D uma ferramenta poderosa para a indústria da alimentação, embora elas não sejam ainda muito exploradas na área.

“Eu sinto como se estivesse trabalhando com as comidas do futuro. Com o futuro das sobremesas. Com tecnologia do futuro que, um dia, vai permitir que essas coisas estejam em todas as cozinhas — não amanhã, mas, quem sabe, antes do que esperamos”, disse Johnathan Solomon, chef principal do Sugar Lab, que se mostrou bastante empolgado com o projeto.

Segundo Hasseln, a recepção do público até o momento vem sendo bastante positiva. No site da confeitaria digital, um pacote com seis morangos recheados de chocolate de 2,5 cm custam cerca de US$ 25 (cerca de R$ 120).

ViaEuroNews

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do pvbet.io? Inscreva-se no canal!