Em 1933 um antropólogo francês chamado Marcel Griaule, em uma expedição ao Mali, conheceu os Dogons, um povo milenar do oeste africano que manteve sua cultura preservada ao longo dos séculos. Uma cultura que inclui um conhecimento astronômico avançado, algo que só poderia ter sido transmitido por uma civilização alienígena. Ao menos é isso que muita gente acredita, inclusive os próprios Dogons!

O povo dogon é mais conhecido por suas tradições religiosas e pela beleza da sua arte e da sua arquitetura. Mas chamou mais a atenção de Griaule do que a sua cultura astronômica. Praticamente isolados do resto do mundo por muitos séculos e sem nenhum tipo de linguagem escrita, os Dogons transmitiram oralmente, de geração a geração, o conhecimento, por exemplo, de que a Terra é esférica, que gira em torno do Sol em uma órbita elíptica e que a Lua é um planeta “morto”.

Eles sabiam também que Vênus apresenta fases semelhantes às da Lua, que Saturno possui anéis e que Júpiter tem luas girando ao seu redor. Tudo isso só seria possível constatar através de observações com telescópios e os Dogons não tinham nada disso. Essa é apenas uma pequena parte do mistério que envolve o inexplicado conhecimento astronômico e cosmológico dos Dogons.

 O Olhar Espacial é exibido toda sexta-feira durante o slotbetc News. Acompanhe!