De acordo com o dicionário, resiliência significa a capacidade de alguns corpos de retornar à forma original após terem sido deformados ou a habilidade de se recuperar facilmente diante de má sorte ou mudanças. No mercado empresarial, essa resiliência tornou-se essencial, pois enfrentamos constantes mudanças e desafios. Sobreviver e prosperar exige não apenas resistência, mas também a capacidade de aprender e se adaptar às circunstâncias em constante evolução.

Nesse contexto, a automação de processos desempenha um papel importante. Ao substituir tarefas manuais por sistemas automatizados, as empresas podem otimizar suas operações e responder de forma ágil e eficiente às demandas do mercado. Essa automatização não é apenas uma opção, mas uma necessidade para garantir a competitividade no mercado atual.

Leia mais:

Segundo dados do Gartner, o mercado de software para hiperautomação está estimado em US$ 596 bilhões. Essa ferramenta está em destaque porque a combinação de RPA (Automação Robótica de Processos) e Inteligência Artificial permite a utilização de soluções avançadas, como ChatGPT e GitHub Copilot, possibilitando a automação de processos mais complexos que envolvem interações humanas ou grandes volumes de dados.

publicidade

Com isso, o RPA ganhou destaque nas empresas, especialmente em um novo cenário econômico. Mais de 90% das empresas consultadas em uma pesquisa registraram um crescimento significativo (acima de 25%) na quantidade de automações em produção este ano. Essas iniciativas visam liberar as pessoas para atividades mais estratégicas, aumentar a produtividade e melhorar a experiência do cliente, entre outros objetivos.

(Imagem: Vitória Lopes Gomez/bc.game/DALL-E)

Automatizar processos é uma urgência

Um dos principais benefícios da automação é a melhoria da eficiência operacional. Ao eliminar tarefas repetitivas e suscetíveis a erros humanos, os sistemas automatizados garantem um fluxo de trabalho mais suave e eficiente, permitindo que as empresas utilizem seus recursos de maneira mais inteligente e produtiva.

Além disso, a automação proporciona uma tomada de decisão mais ágil e informada. Ao coletar e analisar dados em tempo real, os sistemas automatizados fornecem insights valiosos que orientam as estratégias empresariais, permitindo que as organizações se antecipem às mudanças do mercado e tomem decisões mais assertivas.

Ilustração de automação
(Imagem: panuwat phimpha/Shutterstock)

Outra vantagem é a flexibilidade e adaptabilidade que a automação oferece. Os processos automatizados podem ser facilmente ajustados e reconfigurados para atender às necessidades específicas de cada empresa, permitindo uma resposta rápida e eficaz às mudanças nas condições do mercado e nas demandas dos clientes.

E não podemos esquecer que a automação contribui para a melhoria da experiência do cliente. Ao oferecer respostas rápidas e personalizadas, os sistemas automatizados garantem uma interação mais satisfatória e eficiente com os clientes, aumentando a fidelidade à marca e fortalecendo o relacionamento com o público-alvo.

Portanto, estamos diante de um caminho que não deve ter retrocesso. Se uma empresa busca resiliência em um mundo constante e complexo, a tecnologia é uma aliada essencial. Atualmente, é a automação que capacita as empresas a enfrentar os desafios e se adaptar às mudanças do ambiente de negócios com confiança e determinação, garantindo competitividade e sucesso a longo prazo.