Pesquisadores de Harvarddesenvolveram uma câmeracapaz de mostrar o mundo através dos olhos de espécies de camarões e insetos. Esses animais podem enxergar a luz de forma polarizada, o que dá a eles uma visão muito mais colorida dos ambientes se comparada à visão humana. A diferença entre câmeras convencionais de polarização e a recém-desenvolvida, é que a segunda é portátil e compacta, além de conseguir conseguir o efeito da imagem em um único disparo. 

No entanto, até mesmo as atuais câmeras volumosas e caras de polarização são limitadas, e não refletem uma aplicação realista. Assim, a câmera portátil e compacta da universidade, que consegue fazer a polarização da imagem em um único disparo, surge para mudar isso.

Para Paul Chier, um dos coautores do estudo, a polarização pode nos ajudar na reconstrução 3D de um objeto, estimar sua profundidade, textura e forma e distinguir objetos feitos pelo homem de os naturais, mesmo que tenham a mesma forma e cor, já que é uma característica da luz que é alterada após reflexão em uma superfície. 

O objeto foi desenvolvido pela Escola de Engenharia e Ciências Aplicadas (SEAS) de Harvard John A. Paulson, e tem aproximadamente do tamanho de um polegar. Os pesquisadores usaram estruturas em nanoescala para projetar um dispositivo pequeno e descomplicado o suficiente para ser incorporado a sistemas de imagem existentes, como o do seu telefone.

publicidade

Eles ainda acreditam que essa ferramenta poderia ser útil em veículos autônomos para detectar objetos na estrada, também utilizado por aviões e satélites para dar a eles a capacidade de detectar objetos camuflados ou distinguir entre estruturas naturais e artificiais. 

 

 

Via:Engadget